Abime
Saber Pedagógico

Fundação da ativista lança guia ‘Junte-se a Malala e amplie sua voz’

Obra gratuita traz informações sobre a vida de Malala e de outras meninas de diferentes cantos do mundo. Exercícios de reflexões e dados sobre a educação no mundo fazem parte do conteúdo

“Junte-se a Malala e amplie sua voz. Um guia para atuar em defesa da educação das meninas. Nós elaboramos este guia para que as meninas aprendam a ser melhores defensoras de sua própria educação, compreendam melhor as barreiras que podem vir a enfrentar e como elas podem superá-las”.

É assim que a Fundação Malala resume o guia gratuito disponível na internet que oferece informações para garotas entenderem seu poder de fala e de espaço de acordo com seus direitos e, com isso, reivindicá-los. Para acessá-lo clique aqui.

O guia foi traduzido em dez idiomas e será distribuído em países como Brasil, Afeganistão, Nigéria, Índia e Turquia.

Segundo a Fundação, mais de 130 milhões de meninas não podem ir à escola e o guia compartilha histórias reais de jovens ao redor do mundo que lutam para que todas tenham acesso à educação.

Em 69 páginas de fácil leitura, o primeiro capítulo aborda a vida de Malala Yousafzai. “Eu conto minha história, não porque seja única, mas justamente porque não é. É a história de muitas meninas”, afirmou a ativista na entrega do Nobel da Paz, em 2014.

Além dela, há relatos de outras meninas, como a de uma jovem mexicana de 18 anos e de uma nigeriana de 15 anos. Há espaços em brancos que servem de exercícios para a leitora acrescentar o seu ponto de vista.

O livro defende ainda que educação diminui as guerras, favorece o meio ambiente e o mais importante, salva vidas. Destaque para as páginas que discorrem sobre as causas de meninas não estarem na sala de aula.

Fonte: Revista Educação | http://www.revistaeducacao.com.br

Postado por: ABIME | www.abime.com.br

Related posts

Conheça os princípios da pedagogia Waldorf na infância

Carolina Sab

Mãe de autista compartilha trajetória com outras mães em escola de Santos

Carolina Sab

Inteligência emocional na sala de aula

Carolina Sab

Deixe um comentário