Abime
Políticas Públicas

Santa Bárbara d’Oeste ganha unidades do Programa Creche Escola

via FDE

Foram investidos R$ 3,2 milhões na execução dos prédios de ensino infantil; presidente da FDE esteve na inauguração

Duas unidades do Programa Creche Escola foram entregues no último sábado (16) na região administrativa de Campinas. As creches, localizadas no município de Santa Bárbara d’Oeste, foram viabilizadas com investimento de R$ 3,2 milhões do Governo de São Paulo. A entrega das creches foi realizada pelo secretário da Educação do Estado, Rossieli Soares, representando o governador João Doria. O presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), Leandro Damy, esteve presente na inauguração e participou do descerramento das placas.

As creches Professora Neuza Carleto e Professora Nair Valente têm capacidade para atender 130 crianças cada uma. Como uma das unidades oferecerá inicialmente 70 vagas, por ora 200 crianças podem se beneficiar com as novas creches do município. Os dois prédios contam com salas pedagógicas, berçários com fraldário e lactário, secretaria, refeitório, banheiros e área de serviço. As unidades também respeitam todas as normas de acessibilidade e segurança.

A FDE participa do Programa Creche Escola, realizado por meio de convênios entre o governo do Estado e as prefeituras, com atividades que vão desde a concepção e o projeto das unidades até o acompanhamento das obras, com a realização de vistorias mensais.

Para a viabilização das creches, os municípios devem apresentar um terreno compatível, bem como a documentação requerida. Por sua vez, a Secretaria da Educação efetua o repasse das verbas em parcelas, mediante a execução do projeto e só depois do laudo da vistoria, emitido pela Fundação. A licitação e condução dos serviços podem ficar tanto a cargo da prefeitura quanto da FDE.

Creche Escola

Programa do Governo do Estado em apoio aos municípios, responsáveis pela educação infantil no Brasil, visa fortalecer e ampliar o atendimento a crianças de zero a cinco anos de idade. O Governo Estadual busca expandir o atendimento de alunos dessa faixa etária, prioritariamente, em localidades com maior vulnerabilidade social.

Fonte: FDE   | http://www.fde.sp.gov.br/

Postado por: ABIME | www.abime.com.br

Related posts

Pedagogia inclusiva: conheça as ações que promovem educação para estudantes com deficiência em Florianópolis

Carolina Sab

Como Portugal elevou sua educação às melhores do mundo: Pouco dinheiro, muito empenho

Carolina Sab

Enem: candidatos sem isenção têm até quinta-feira para pagar inscrição

Carolina Sab

Deixe um comentário