Abime
Saber Pedagógico

Como funciona uma escola construtivista?

Entenda como são as escolas que adotam o construtivismo como proposta pedagógica

via Educa Mais Brasil

O construtivismo é uma das principais propostas pedagógicas da educação básica. Por conta disso, muitos pais buscam informações sobre como funciona uma escola construtivista. Essa é uma forma para ter mais embasamento na hora de escolher a escola ideal para os seus filhos. 
A educação infantil é a primeira etapa da educação e um dos momentos mais importantes para o desenvolvimento infantil. As escolas construtivistas estão cada vez mais populares nos países ocidentais e podem contribuir de forma significativa para o processo educativo das crianças. Entenda como logo abaixo:

O que é uma escola construtivista? 

Uma escola construtivista tem como base teórica de sua atuação as ideias difundidas pelo construtivismo. O principal expoente do pensamento construtivista é o psicólogo e educador suíço Jean Piaget, que defendia o processo educativo como um acontecimento a partir de diferentes etapas. 
Dessa forma, acredita-se que o aprendizado é construído pelo estudante a partir de estímulos promovidos pelos educadores e escola. O aluno tem papel ativo nessa abordagem, pois o conhecimento deve acontecer de dentro pra fora, o que exige maior participação do estudante nesse processo. 

Principais características de uma escola construtivista

O modelo tradicional de ensino é uma metodologia na qual a relação entre professor e aluno é mais rígida. O educador é a figura que detém o conhecimento e o estudante deve assimilar aquilo que é passado sem questionamentos. 
Diferente da teoria tradicional, o construtivismo promove uma relação professor-aluno menos determinista. O professor é um mediador do aprendizado e a criança pode formular hipóteses e se expressar ao longo do processo educativo. A relação professor-aluno no construtivismo é uma das características da escola construtivista. Confira outras logo abaixo:
– Ambiente escolar que estimule o desenvolvimento intelectual, criativo e social do estudante. A interação com o meio é fundamental nessa linha educacional por ser um elemento que contribui para a cognição, percepção das formas e dos objetos. 
– Avaliação não acontece prioritariamente por meio de provas, mas como o conhecimento tem sido construído em sala de aula de forma contínua. É comum encontrar escolas construtivistas que aplicam provas para se aproximar do modelo tradicional e dominante do sistema educacional brasileiro. 
– O dia a dia em sala de aula tem como principal objetivo estimular o aprendizado dos alunos e incentivar a sua participação ativa, com intervenções e exposição de suas opiniões. 

Fonte: Educa Mais Brasil |  
https://www.educamaisbrasil.com.br

Postado por: ABIME |
http://abime.com.br

Related posts

Escola de Santo André usa teatro para promover imersão na literatura

Carolina Sab

Estudo aponta as mudanças que a inteligência artificial causará na educação nos próximos dez anos

Carolina Sab

As dez tendências inovadoras da educação

Carolina Sab

Deixe um comentário