Abime
Gestão Escolar

Ceará e Espírito Santo se destacam na educação do país com foco no aluno

Imagem: Escola Viva, colégio integral modelo do governo do Espírito Santo – SEDU-ES/Divulgação

via G1

Ceará alcançou os melhores resultados entre estudantes do ensino fundamental. Espírito Santo, entre alunos do ensino médio.

Ceará e Espírito Santo são os estados que apresentam melhores resultados nos índices que medem a qualidade de ensino do país. Ceará é destaque entre estudantes do ensino fundamental. Espírito Santo, entre alunos do ensino médio. As experiências destes estados fazem parte da série especial “Educação: nosso lugar no mundo”, do Bom Dia Brasil.

Brasil teve ‘evolução impressionante’ nos anos 2000, mas estagnou, diz diretor do ranking mundial de educação

De um modo geral, ambos os estados desenvolveram políticas públicas contínuas focadas nos estudantes.

O ES conseguiu avançar 14 posições no ranking em 7 anos. Em 2011, estava em 14º lugar. Hoje, é o melhor ensino médio do país.

De acordo com Haroldo Rocha, ex-secretário de Educação do ES, a adaptação do conteúdo para chamar a atenção do estudante foi uma das medidas adotadas. Experiências práticas que mesclam o conteúdo teórico fazem sucesso entre os estudantes. No modelo Escola Viva, o nome das disciplinas são Professor Bugiganga, Mundo Fashion, e Clube da Esquina, por exemplo. Gastronomia é usada para falar de geografia.

“O ponto chave para a gente entender é que a juventude tem expectativas e características muito diferenciadas. E a escola que nos trouxe até aqui, a escola do século XX, a escola da fileira, da aula expositiva do professor, essa escola não dá conta desta juventude”, diz.

No CE, a Escola Municipal José Brandão de Albuquerque já foi a pior do município. Hoje, é a melhor do Brasil. O segredo, de acordo com o diretor Rayner Souza, é trazer o aluno para dentro do processo de aprendizagem.

Os números mostram o avanço. A média do Brasil no Ideb, que mede o desenvolvimento da educação básica do país, é de 5,8. Ceará tem índice de 6,2. E a escola José Brandão de Albuquerque alcançou a média 9.

O desempenho motivou os alunos e aumentou a auto-estima, diz Souza.

Related posts

As dez tendências inovadoras da educação

Carolina Sab

Olimpíada de Língua Portuguesa abre inscrições para sexta edição

Carolina Sab

Professor Carlos Alberto Decotelli é o novo presidente do FNDE

Carolina Sab

Deixe um comentário