16 de julho de 2019
Abime
Saber Pedagógico

FTD lança 6 coleções de Monteiro Lobato com obras infantis, juvenis e adultas

Entre os destaques está ‘Lobato em Cena’, que possui textos em prosas e adaptações para o teatro. Todos os livros contam ainda com projeto de apoio pedagógico

via Revista Educação

A importância de Monteiro Lobato (1882-1948) é tamanha que em 18 de abril, data de seu nascimento, comemora-se o Dia Nacional do Livro Infantil. Para homenagear o escritor — e para a alegria de muitas pessoas — a editora FTD Educação lança seis coleções de obras de Lobato que vão de histórias infantis, juvenis a adultas.

Todos os livros contam com materiais de apoio para pais e professores e com um projeto pedagógico a ser desenvolvido ao longo do ano, o Viva Lobato. Entre as atividades propostas para a sala de aula está o grande sarau, com apresentações dos trabalhos elaborados pelos alunos, culminando em uma festa junina temática.

FTD coleções Monteiro Lobato

Livro Aventuras do Príncipe, ilustração Veridiana Scarpelli

Curiosidades

A coleção Lobato em Cena é uma nova forma de perceber o autor, uma vez que possui textos em duas linguagens: prosa e adaptação para o teatro. No primeiro volume da coleção, O museu da Emília possui ilustrações do artista Carlo Giovani, que cria maquetes de papel que imitam uma cenografia de palco.

“Nossa ideia foi mostrar a obra lobatiana como nunca havia sido apresentada, para um amplo espectro de leitores, da educação infantil ao ensino médio. Foram meses de conversas, discussões e pesquisas para chegar a edições atrativas, inovadoras, que fizessem jus à linda produção do escritor e que trouxessem características modernas ao seu trabalho”, revela Isabel Coelho, gerente editorial de literatura da FTD Educação.

Meu Primeiro Lobato é uma coleção indicada para o público infantil e fundamental I, cuja proposta foi a de extrair dos livros clássicos e de outros materiais do escritor — como cartas — narrativas curtas e com muitas ilustrações. O livro O pinguim que andou de bonde faz parte desta coleção e é baseado em duas cartas escritas por Lobato em 1915 ao amigo Godofredo Rangel, nas quais ele relata o inusitado episódio de um passeio de bonde em Santos na companhia de um pinguim. A obra é ilustrada por Nelson Cruz.

Mão na massa

A produção do projeto teve início em 2017 e contou com cerca de 30 profissionais, desde escritores a designers gráficos e ilustradores. A editora convidou ainda um time de especialistas na obra do Lobato para criar a estrutura das coleções e participar do desenvolvimento de etapas como seleção dos textos, revisão técnica, textos de introdução, posfácios, convites à leitura, notas bibliográficas e glossários. Entre eles, estão: João Luís Ceccantini, doutor em Letras pela Universidade Estadual Paulista; Milena Ribeiro Martins, doutora em Teoria e História Literária pela Universidade Estadual de Campinas; Hélio de Seixas Guimarães, professor livre-docente de Literatura Brasileira no Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas na Universidade de São Paulo; e Emerson Tin, doutor em Teoria e História Literária pelo Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade de Campinas;

Foi desenvolvido um site com detalhes das coleções e entrevistas com especialistas que atuaram no projeto. Para saber mais clique aqui www.monteirolobato.ftd.com.br.

coleções Monteiro Lobato FTD Educação

Ilustração Fido Nesti no livro A reforma da natureza

A edição também conta com dois textos de especialistas nas seções “A chave para descobrir os clássicos” e “Convite à leitura”, além de um posfácio do organizador da obra. Os livros da coleção Almanaque dos Clássicos da Literatura Brasileira são os mais completos para o aluno se familiarizar com os grandes autores da literatura brasileira.

Fonte: Revista Educação | http://www.revistaeducacao.com.br

Postado por: ABIME | www.abime.com.br

Related posts

Museus de todo o país têm programação especial

Carolina Sab

A importância da leitura

Carolina Sab

Descaso com a primeira infância ainda é latente

Carolina Sab

Deixe um comentário