23 de outubro de 2019
Abime
Políticas Públicas

Future-se: consulta pública entra na última semana

Mais de 34 mil pessoas já se cadastraram para enviar contribuições

via Agência Brasil

Os cidadãos que pretendem contribuir para a construção do programa “Future-se” têm até as 23h59 do dia 15 de agosto para enviar as sugestões. De acordo com o Ministério da Educação, mais de 34 mil pessoas se cadastraram no sistema de consulta pública e mais de 10.900 comentários já foram recebidos pelo MEC. Lançado em 17 de julho, o “Future-se” tem como objetivo dar autonomia na gestão das universidades e institutos federais.

A consulta pública tem duas etapas. Na primeira, o participante pode escolher três opções para cada capítulo: “totalmente claro”, “claro com ressalvas” e “não está claro”. Além disso, há espaço para incluir observações por escrito no fim de cada capítulo. Já na segunda etapa, o participante pode utilizar um campo de texto para fazer comentários gerais sobre o tema e enviar propostas.

Para participar, é preciso criar um cadastro com e-mail e CPF na plataforma da consulta pública, que pode ser acessada pelo portal do MEC. Somente os cadastrados podem participar da consulta. Os interessados precisam preencher um perfil, indicando sua cidade e estado, faixa etária, nível de escolaridade e ocupação.

* Com informações do Ministério da Educação

FONTE: Agência Brasil | http://agenciabrasil.ebc.com.br/

Related posts

Consulta de vagas no Sisu do 2º semestre começa na quinta

Carolina Sab

Laboratórios de inovação são inaugurados na EE Caramuru e na DE Leste 5

Carolina Sab

13 temas de redação que podem cair no Enem 2019

Carolina Sab

1 comentário

Francisco Hock 1 de outubro de 2019 at 18:14

I love this topic, so big thanks for the time spent! If anyone fancies writing a piece for a fantabulous dog blog, do have a look at one of their newest dog articles- go to this website about dogs, for a sample. Contact them at https://tuftoys.com/contact/ soon 🙂

Responda

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.