12 de julho de 2020
Abime
Sem categoria

Tecnologia inovadora será utilizada no ensino da Escola do Futuro

tecnologia-inovadora-será-utilizada-no-ensino-da-escola-do-futuro

Utilizar uma tecnologia moderna hoje em dia é necessário em sala de aula. É uma forma imprescindível de conectar pessoas, ideias e conceitos que transformem a escola e sobretudo os estudantes. Isso é que está acontecendo na Escola do Futuro de Tempo Integral Tarsila do Amaral, no Parque Suburbano, em Itapevi.

A unidade escolar conta com 288 Chromebooks – que são os computadores portáteis concebidos pela Google – e a partir do próximo ano serão amplamente utilizados para auxiliar no aprendizado de 1 mil crianças que estudam na unidade de ensino.

Os professores estão sendo capacitados pela empresa de consultoria educacional Colaborativa parceira da Google que realiza a formação dos docentes de Itapevi para implantação da plataforma tecnológica, a Google For Education. Metodologia utilizada em mais de 20 mil escolas no mundo e com mais de 80 milhões de alunos e professores empregando as ferramentas Google.

Em uma aula experimental em novembro com o “novo computador”, a estudante Gabriela de Souza, 10, do 5º ano B, iniciava uma atividade intitulada relato de experiências vividas. Basicamente consistia nas crianças contarem uma história marcante de suas vidas e passarem este texto escrito para versão digitalizada para o notebook, a partir da ferramenta de compartilhamento de arquivos Google Drive. “É incrível ver quer ninguém faz sozinho a tarefa, cada estudante ajuda o outro a realizar o trabalho. A tecnologia não afasta a gente, mas nos coloca mais juntos e unidos”, revela.

Quem está super empolgado com a nova tecnologia é Arthur Eduardo Carvalho Sales, 10, colega de sala de Gabriela. “Quando estamos em frente ao Chromebook é muito mais legal do que apenas ouvir o professor falando ou olhar para a lousa. Tudo isso é importante, mas como usamos celulares todos os dias a gente sente que faz mais parte da nossa vida este tipo de ferramenta”, argumenta.

O diretor da Colaborativa, Caio Franco da Silveira, explica que os Chromebooks representam uma evolução pedagógica para os envolvidos. “São investimentos que realizamos conjuntamente em pessoas para transformarem pessoas. Com os notebooks, os alunos podem ser transportados para outros ambientes e realidades em questão de segundos com a alta conexão. Desta forma, o aprendizado torna-se mais significativo e valoroso para a experiência estudantil e de vida dos alunos”, completou.

Formação

No dia 30 de setembro, educadores da Escola do Futuro do Parque Suburbano começaram uma formação para utilização da plataforma Google For Education. A capacitação que envolve a utilização dos Chromebooks deve acontecer até a primeira quinzena de dezembro. Professores e estudantes devem usar novos equipamentos a partir do início do ano letivo de 2020.

Os professores da Escola do Futuro estão passando por 16 horas de formação presencial, terão duas horas de plantão presencial, e mais 52 horas de atividades complementares e 45 horas de uso pedagógico das ferramentas do Google For Education. Eles ainda receberão certificados de conclusão.

O uso do Chromebooks e a plataforma são novidade do programa Educa Itapevi, lançado em julho deste ano e que tem como objetivo valorizar professores, incentivar o uso da tecnologia para o aprendizado e o estabelecimento de uma nova política pedagógica que servirá de base para os investimentos dos próximos anos. A próxima unidade da Escola do Futuro será inaugurada no primeiro trimestre de 2020, no bairro Santa Rita. A unidade do Cardoso tem o começo das obras previstos para o primeiro semestre e já existe estudos para a unidade de Amador Bueno

Fonte: Prefeitura de Itapevi
Postado por: Abime

Related posts

Carlos Alberto Decotelli é nomeado ministro da Educação

julio_bessa

Programa do MEC abrirá 1,5 milhão de vagas em educação profissional

Carolina Sab

Escola do Futuro – Entenda como a tecnologia está moldando o futuro da educação

julio_bessa

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.