13 de junho de 2021
Abime
Notícias Políticas Públicas

Senado aprova projeto que suspende pagamento do Fies em 2021

abime-pagamento-do-fies

Texto sobre o pagamento do Fies segue para análise da Câmara dos Deputados. Medida também foi tomada em 2020 em razão da pandemia.

 

O Senado aprovou nesta quarta-feira (5) um projeto que suspende em 2021 o pagamento de mensalidades do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies).

O projeto segue para análise da Câmara dos Deputados. Se for aprovado com o mesmo conteúdo pelos deputados, irá para a sanção do presidente Jair Bolsonaro, que poderá sancionar o texto integralmente, parcialmente ou vetá-lo integralmente.

Na prática, o texto em discussão no Congresso prorroga o prazo de suspensão do pagamento do Fies. Isso porque, no ano passado, em razão da pandemia, o Congresso aprovou e Bolsonaro sancionou a interrupção dos pagamentos das mensalidades até o fim de 2020.

O texto aprovado nesta quarta-feira é de autoria do senador Jayme Campos (DEM-MT). Relator da proposta, Dário Berger (MDB-SC), declarou que, diante da persistência da pandemia e do alto índice de desemprego entre os jovens, a medida é necessária.

“A prorrogação da suspensão de pagamentos ao Fies ajudará a manter os vínculos de estudantes com as instituições de ensino em que se encontram matriculados hoje”, afirmou.

“Também servirá para amenizar a já difícil situação em que se encontram muitos estudantes egressos da educação superior, tendo em vista o quadro que assola o país, sobretudo entre a população mais jovem”, completou Dário Berger.

O Fies é um programa federal para estudantes de baixa renda financiarem mensalidades do ensino superior.

Fonte: G1

Postado por Abime

Related posts

Saiba como participar da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas

julio_bessa

Unicamp anuncia investimento de US$ 1 milhão do BID em projeto do ‘campus inteligente’ em Campinas

julio_bessa

MEC quer ampliar oferta de cursos na área de energia renovável

julio_bessa

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.